Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Notícias / Arquidiocese

06/08/2018 15h59

CNLB NE2 realiza Seminário de Fé e Cidadania

As plenárias e conferências deram aos participantes uma grande oportunidade de interpretação da realidade do país

Ascom CNLB NE2
Foto: Ascom CNLB NE2

 No período de 03 a 05 de agosto de 2018, no Centro de Pastoral Stella Maris – Diocese de Afogados da Ingazeira/PE, na cidade de Triunfo, no sertão Pernambucano, aconteceu o Seminário de Fé e Cidadania com o tema “Angústias e Esperanças”, promovido pelo Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB NE2) o qual se tornou cenário e inspiração para os mais de 120 Leigos e Leigas vindos (as) de doze, das vinte e uma, dioceses do regional.

Com o objetivo de formar, capacitar, programar e definir eixos de reflexão e ação para o protagonismo do Laicato nos diferentes areópagos da sociedade pós-contemporânea, o Seminário foi assessorado pelo casal Carlos e Márcia Signorelli, membros do CNLB Nacional, que trouxeram a experiência da formação política e cidadã dentro das esferas sociais e religiosas, provocando participação mais atuante e consciente no processo eleitoral do país.

De acordo com Rejane Gaia, presidente do CNLB NE2, o seminário foi uma proposta mais profunda de formação com o intuito de promover além da articulação, a reflexão dos problemas sociais que afligem a sociedade e destacou: “O Ano Nacional do Laicato é com certeza o impulso maior para nós, para a nossa organização e formação, porém, a Igreja confia no laicato para a escolha de quem conduzirá os rumos da administração pública no país dentro dos valores do evangelho. Estamos próximos das eleições e nosso povo ainda está em processo de identificação de seus candidatos, um seminário desta magnitude dá aos leigos e leigas um olhar diferente e crítico para quem iremos eleger”. Continuou recordando a mensagem o Papa Francisco: “Envolver-se na política é uma obrigação para o Cristão. Nós cristãos, não podemos nos fazer de Pilatos e lavar as mãos, não podemos!”.

Clamamos a Deus para que nós fiéis leigos e leigas cumpramos a missão que recebemos em nosso batismo. Que sejamos sal, luz e fermento na massa em todos os espaços que ocupamos”, finalizou Gaia.

Dentro das atividades do seminário, as plenárias e conferências deram aos participantes uma grande oportunidade de interpretação da realidade do país, orientações para formação de grupos de acompanhamento do Legislativo, Conselhos de Direitos e orientações para as eleições de 2018, entre outros.

Os assessores compartilharam as muitas experiências que as dioceses têm vivenciado contra a venda do voto e a falta de transparência dos poderes públicos com a dívida pública.

Para Carlos Signorelli, o processo formativo exige do leigo uma consciência madura sobre as realidades que afligem a sociedade atual; “Estamos tentando formar uma consciência critica entre os cristãos e cristãs para terem uma atuação forte não só neste ano eleitoral mais na construção da democracia participativa como pede a CNBB”. “Mostraremos os instrumentos de construção da democracia participativa e vendo o que temos que fazer, o que cada um tem que fazer para que nas dioceses onde estamos se construa esse instrumento de democracia participativa. Fazer frente a democracia representativa no nosso país”.

Integrou a programação uma apresentação com folguedos típicos do Nordeste, sendo o xaxado o destaque da noite, além de um recital de poesias onde os representantes conheceram um pouco mais da cultura local. Conforme Iraci Amorim da Diocese de Caicó-RN, as confraternizações ajudam a integração das pessoas “O momento de festa é oportuno para aprofundar laços de amizade, alongar caminhos, construir pontes para uma melhor articulação interdiocesana. É preciso derrubar as fronteiras existenciais e munir-se da alegria do evangelho para uma devastadora conversão dos povos”, afirmou.

O Seminário contou ainda com uma Celebração Eucarística presidida por Dom Egídio Bisol, bispo diocesano de Afogados da Ingazeira, que em sua homilia destacou, “é preciso um laicato consciente e comprometido, com o espírito avivador, que transforme e inove o momento atual”

 

Sem comentários! Seja o primeiro!!!
Deixe seu comentário

ARQUIDIOCESE DE MACEIÓ | Igreja Missionária e Samaritana

Pastoral da Comunicação Cúria: (82) 3223-2732 ou 3021-4001 (07h30 às 14h) Gabinete do Arcebispo: (82) 3326-2321 (8h às 12h) PASCOM: (82) 3326-5458 (8h às 14h) Av. Dom Antônio Brandão, 559 – Farol 57051-190 Maceió – AL